TRE cassa diploma do prefeito de Aperibé, no RJ

Flavio Diniz Berriel, o Dezoito, e Ronald de Cássio Moreira, o Roninho, são acusados de abuso de poder político e conduta vedada. Eles podem recorrer da decisão no TSE.


Por G1, Norte Fluminense e Região

Na sessão plenária desta segunda-feira (7), O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) cassou os diplomas do prefeito de Aperibé, Flavio Diniz Berriel, conhecido como Dezoito (PP), e do vice, Ronald de Cássio Moreira, o Roninho (MDB), por abuso de poder político e conduta vedada durante a campanha eleitoral de 2016.

Prefeito Flávio Diniz Berriel, conhecido como Dezoito (PP), permanece no cargo após esgotamento dos recursos (Foto: Divulgação/Prefeitura de Aperibé)
Prefeito Flávio Diniz Berriel, conhecido como Dezoito (PP), permanece no cargo após esgotamento dos recursos (Foto: Divulgação/Prefeitura de Aperibé)

O prefeito foi ainda declarado inelegível por 8 anos. De acordo com a decisão, deverão ser realizadas novas eleições no município após esgotamento dos recursos.

O Tribunal entendeu que o prefeito cometeu irregularidade durante a eleição de 2016 ao realizar a contratação temporária de 50 funcionários para a Prefeitura, em período vedado pela legislação eleitoral, e ainda prorrogar a contratação de outros 400 terceirizados sem justificativa de urgência ou necessidade do serviço.

O prefeito e o vice ainda podem recorrer da decisão ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

O G1 tenta contato com a Prefeitura de Aperibé.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas