JUSTIÇA PROMOVE BLOQUEIO DE BENS MILIONÁRIO DE LULA E DOS SEUS NEGÓCIOS

Petista ricaço teve bloqueados R$ 30 milhões por dívida fiscal


Diário do Poder

A 1ª Vara de Execuções Fiscais da Justiça de São Paulo decretou nesta terça-feira (10) o bloqueio dos bens do ex-presidente Lula, da empresa de palestras do petista (LILS), do Instituto Lula e do seu presidente Paulo Okamotto.


JUSTIÇA BLOQUEOU R$ 30 MILHÕES PARA PAGAMENTO DE DÍVIDAS FISCAIS DE LULA, INSTITUTO LULA E EMPRESA DE PALESTRAS

A decisão objetiva obter garantias da quitação de dívidas fiscais de aproximadamente R$30 milhões junto ao governo federal.

O valor do bloqueio mostra que a vida de sindicalista pobre ficou definitivamente para trás. O milionário ex-presidente teve R$15 milhões bloqueados para fazer face a débitos da pessoa física, do instituto e da LILS, além de mais de R$14 milhões referentes a seu tesoureiro, Paulo Okamotto.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas