PF conduz vereador Neto Macaé (PTC) em nova investigação

O vereador Neto Macaé (PTC) foi conduzido hoje a tarde por agentes à delegacia da Polícia Federal de Macaé para prestar esclarecimentos sobre investigações que indicam a prática de cotização de salário de assessores.


Márcio Siqueira | O Debate


Cerca de uma hora após participar da sessão ordinária desta terça-feira (27), Neto foi abordado pelos agentes da PF ainda no gabinete situado dentro do Palácio Natálio Salvador Antunes, sede do Legislativo.


Vereador Neto Macaé (PTC)

De acordo com informações preliminares, as investigações indicam a prática do crime de peculato. O parlamentar ainda presta depoimento na delegacia da PF.

Eleito pela primeira vez em 2016, Neto pertenceu a base aliada do prefeito até novembro do ano passado, com indicações dentro da esfera administrativa da prefeitura. Porém, a falta de suporte e de reconhecimento acabou gerando o rompimento.

No final do ano passado ele passou a compor a Frente Parlamentar Macaé Melhor, composta hoje por oito vereadores de oposição.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas