Enem: Bolsonaro chama direitos humanos de esterco e vagabundagem

Uma das principais polêmicas que precederam o início do Enem, marcado para este domingo (5), foi a determinação de que redações que eventualmente desrespeitem os direitos humanos não sejam zeradas, conforme pedido da Associação Escola Sem Partido.


Notícias ao Minuto

Na manhã de hoje, o deputado federal Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) publicou no Facebook uma foto do pai, Jair Bolsonaro, segurando uma camisa com a frase "Direitos Humanos: Esterco da Vagabundagem". 


Deputado federal manifestou opinião em publicação nas redes sociais © Reprodução/Facebook

Na legenda, ele escreveu: "Dica para a redação do Enem (EXame Nacional do Ensino Médio). Quando Bolsonaro for eleito presidente em 2018 - direitos humanos: esterco e vagabundagem".

Postar um comentário

Postagens mais visitadas