Operação do MP prende ex-presidente da Câmara de Itaocara

Irmão da atual comandante da Casa, ele estaria envolvido com fraudes em licitações


Elizeu Pires

O ex-presidente da Câmara de Vereadores de Itaocara, cidade do Noroeste Fluminense, foi preso na manhã desta quinta-feira na Operação Gigabyte, realizada pelo Ministério Público com apoio da Polícia Civil. Michel Ângelo Machado de Freitas, que foi detido em sua casa, no bairro Jardim da Aldeia, é acusado de participação em um suposto esquema de fraudes em licitação. 


Michel Ângelo já havia sido alvo de uma operação do MP em março do ano passado
Michel Ângelo já havia sido alvo de uma operação do MP em março do ano passado

Também foi preso hoje um empresário ligado a ele, Vandir Dias de Freitas, dono da VDF Sistemas, empresa que tinha um contrato com a Câmara Municipal para prestar serviços de informática, no tempo em que Michel presidia o Legislativo. Além das duas prisões, a operação cumpriu mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva de funcionários da Câmara e do instituto de previdência do município, o Itaprev.

Michel Ângelo, que é irmão da atual presidente da Câmara de Itaocara - Aveline Machado de Freitas - já havia sido alvo de duas operações do Ministério Público. No dia 11 de março de 2016, por exemplo, ele foi preso pelo mesmo motivo junto com o ex-presidente da Câmara de São Fidelis, Marcos Antônio de Magalhães Gonçalves e o então presidente do Itaprev, Aldimar Oliveira da Cunha. 

Os três foram acusados de envolvimento nos crimes relacionados à fraude de licitações para contratação de serviços de consultoria, capacitação e treinamento dos departamentos de finanças, contabilidade e administração, além de manutenção de equipamentos de informática.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas