Postagem em destaque

Câmara afasta o prefeito de Mesquita, na Baixada Fluminense

Afastamento aconteceu porque Jorge Miranda tomou, sem aprovação do legislativo, empréstimo de R$ 14 milhões do fundo de pensão dos funcionários do município.


Por Carlos Brito | G1 Rio

A Câmara Municipal de Mesquita afastou o prefeito Jorge Miranda (PSDB) do cargo. A decisão foi tomada na manhã desta terça-feira (01) – nove vereadores foram favoráveis ao afastamento, dois votaram contra e um se absteve. Apesar de já estar afastado, Miranda ainda poderá recorrer na Justiça.

Resultado de imagem para prefeito Jorge Miranda (PSDB
O prefeito de Mesquita, Jorge Miranda (PSDB), afastado do cargo Foto: Cléber Júnior / Agência O Globo

Segundo informações da câmara, Miranda enfrentou processo de afastamento por ter pego, em fevereiro, empréstimo de R$ 14 milhões do Mesquita Prev, o fundo de pensão dos funcionários do município. A verba seria usada para o pagamento dos próprios funcionários. A ação teria sido feita sem aprovação do Legislativo.

Está marcada para as 18h desta terça-feira a sessão que dará posse ao vice-prefeito, Waltinho Paixão (PROS).


0