Com lista de Janot, políticos adotam como prioridade renovar mandato

Gerson Camarotti | G1

O encaminhamento ao Supremo Tribunal Federal dos pedidos de abertura de inquérito para investigar políticos citados nas delações da Odebrecht fez aumentar entre os parlamentares a percepção de que a prioridade será tentar renovar o mandato para garantir o foro especial no STF. 


Resultado de imagem para lista de janot
Alguns integrantes da lista de Janot

Para evitar surpresas, alguns senadores já avaliam a possibilidade de disputar em 2018 um mandato de deputado federal para não correr risco.

Isso porque alguns senadores já avaliam que, por causa da visibilidade da Operação Lava Jato, terão dificuldade de renovar um mandato para cargo majoritário.

Há consenso entre os políticos, que sem foro especial, o risco de ser preso rapidamente é bem maior.

Como exemplo, costumam citar o ex-governador Sérgio Cabral, que decidiu ficar sem mandato e que desde novembro está preso.

Mas o caso que mais assusta é o do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha que foi preso rapidamente por determinação do juiz federal Sérgio Moro depois de ser cassado.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas