Postagem em destaque

Alexandre de Moraes se recusa a detalhar contrato para defender Eduardo Cunha (PMDB)

Alexandre de Moraes não conta quanto e como recebeu para defender Eduardo Cunha


Cláudio Humberto | Diário do Poder


Indicado pelo presidente Michel Temer à vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes não cogita esclarecer suas relações contratuais com o ex-deputado Eduardo Cunha, de quem foi advogado, em 2013. A coluna indagou o ministro, por sua assessoria, o valor do contrato e como os serviços foram pagos (transferência bancária ou dinheiro vivo), mas o ministro optou pelo silêncio. 


Ministro não revela quanto e como recebeu para defender Cunha

Eduardo Cunha foi acusado no Supremo Tribunal Federal do crime de uso de documento falso. O STF recebeu a denúncia, mas o absolveu.

A atuação de Moraes em defesa de Cunha foi elogiada no STF e considerada mais convincente que a acusação do procurador-geral.

Cunha nunca escondeu sua gratidão por Moraes, tanto que a indicação para o STF chegou a ser atribuída ao ex-presidente da Câmara.

Moraes deve esclarecer a relação com Cunha: advogado tem contrato protegido por sigilo, mas o indicado para o STF, não, dizem os juristas.



0