CGU aponta superfaturamento de R$ 1,1 milhão de campus em Brasília

A auditoria da construção no Instituto Federal de Brasília se originou de uma operação da PF


Bruno Góes | O Globo

Relatório da Controladoria Geral da União apontou o superfaturamento de R$ 1,1 milhão na construção do campus de Taguatinga, do Instituto Federal de Brasília. A obra inteira, após vários aditivos, custou R$ 11,6 milhões.


Reprodução
Reprodução | CGU

Segundo a CGU, foram incluídos itens com sobrepreço e que não estavam previstos na licitação, além da substituição de itens por outros com qualidade inferior, como parte da cobertura de um ginásio, que desabou (foto). Também houve "aditivos sem a indicação precisa do serviço executado".

A auditoria da construção se originou de uma operação da PF, quando um fiscal da obra foi preso por receber propina.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas