Gilberto Gil usou a Lei Rouanet para uma festa privada

Gilberto Gil É suspeito de usar R$800 mil da Lei Rouanet em festa privada


Cláudio Humberto | Diário do Poder

Na investigação sobre a utilização dos favores da Lei Rouanet de incentivo cultural, a CPI da Câmara tem identificado o privilégio de artistas ligados ao PT ou aos governos Lula e Dilma. O ex-ministro da Cultura Gilberto Gil, por exemplo, captou R$ 800 mil para um evento privado patrocinado pela Nextel “só para convidados”, como a própria empresa admitiu. A benesse é vedada pelo artigo 2º da Lei Rouanet. 


Ex-ministro da Cultura de Lula, Gilberto Gil usou R$800 mil da Lei em festa fechada da Nextel. Foto: EBC

“O ministro tem conhecimento pleno da lei e burlou a lei. É um caso gravíssimo”, indigna-se o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ).

Com a denúncia, Gilberto Gil entrou na mira de convocados da comissão de inquérito. Requerimento já foi apresentado.

O ator e militante petista José de Abreu, o “Zé do Cuspe”, faturou alto com a Lei Rouanet e não prestou contas. Terá de devolver R$ 299 mil.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas