Eduardo Cunha (PMDB) pagará multa de R$ 3.544 por atraso na devolução de apartamento

Cassado em setembro, ele entregou chave com 24 dias de atraso


Diário do Poder

As chaves do apartamento funcional que Eduardo Cunha ocupava em Brasília só foram devolvidas à Câmara dos Deputados na segunda-feira, 7 – 24 dias de atraso da data estipulada pela Casa. 


Chave de apartamento da Câmara foi devolvida pelo deputado cassado nessa segunda-feira, 7, com 24 dias de atraso (Foto: Bernardo Junior/Câmara dos Deputados)

O ex-deputado foi cassado em 12 de setembro, acusado de mentir à CPI da Petrobras quando disse que não mantinha contas na Suíça, conforme apontavam as investigações da Operação Lava Jato.

Ele deveria ter se mudado até o dia 13 de outubro, após perder o direito ao imóvel. Em razão do atraso, Cunha terá de pagar uma multa no valor de R$ 3,4 mil, baseada no auxílio-moradia (R$ 4,3 mil).

O peemedebista, contudo, que ainda precisa ser notificado, poderá recorrer, e caberá ao quarto-secretário da Câmara, Alex Canziani (PTB-PR), decidir se a aceita ou não.

Cunha está preso em Curitiba (PR) desde 19 de outubro, por determinação do juiz federal Sérgio Moro. Ele é acusado de ter envolvimento no esquema de corrupção que atuou na Petrobras.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas