Petistas temem que Paulo Bernardo faça delação premiada

Ex-ministro de Lula e Dilma se queixava de 'abandono' do PT


Cláudio Humberto | Diário do Poder

A prisão de Paulo Bernardo, que foi ministro dos governos Lula e Dilma, deixou correligionários à beira de ataque de nervos. Eles temem que o investigado não suporte a prisão e logo feche acordo de delação premiada, até porque vinha se queixando de “abandono” de Lula & Cia. Ao contrário da mulher, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), ele não tem foro privilegiado e pode passar uma longa temporada na cadeia. 


Ex-ministro de Lula e Dilma se queixava há tempos de "abandono". (Foto: Dida Sampaio/AE)


Ainda que tente fazer delação, Paulo Bernardo ficará longa temporada preso, segundo avaliam experientes investigadores.

João Vaccari Neto, que ontem foi alvo de novo mandado de prisão, também se queixa de abandono do PT e negocia sua delação.

A oposição ao PT foi novamente muito cordial, evitando repercutir a prisão do ex-ministro de Lula e Dilma na comissão do impeachment.




Postar um comentário

Postagens mais visitadas