Postagem em destaque

Entidade entrega 1,3 milhão de assinaturas pela cassação de Cunha

Petição feita pela Avaaz foi recebida pelo presidente do Conselho de Ética


Diário do Poder

A organização internacional Avaaz entregou nesta terça-feira, 26, ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados uma petição com 1,3 milhão de assinaturas pedindo a cassação do mandato do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). 


Presidente da Câmara é investigado por manter contas secretas no exterior (Foto: André Dusek/Estadão Conteúdo)

O ato foi marcado por uma confusão entre o deputado Laerte Bessa (PR-DF), membros do colegiado, como Alessandro Molon (Rede-RJ) e Chico Alencar (PSOL-RJ), representantes da entidade e manifestantes.

Bessa afirmou que os cartazes contra Cunha demonstravam falta de respeito com a presidência da Casa e tentou retirá-los. Em seguida, o presidente do conselho, José Carlos Araújo (PR-BA), pediu para que as manifestações fossem encerradas antes de abrir oficialmente a sessão para ouvir o lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano.

Cunha é alvo de um processo de no colegiado por conta da suspeita de manter contas bancárias secretas no exterior e de ter omitido sobre a existência delas à CPI da Petrobras no ano passado. Ele nega ser o dono e diz ser apenas o beneficiário de fundos geridos por trustes.

As assinaturas foram coletadas em uma petição online por meio do site da entidade. A campanha começou em 22 de outubro e chegou ao final de 2015 com 230 mil assinaturas pedindo a cassação do mandato parlamentar do peemedebista. Logo após a sessão de votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff, no dia 17, houve um aumento significativo de apoios, chegando a 1,2 milhão de assinaturas em quatro dias. Neste momento, o site registra mais de 1,3 milhão de apoios.




0