Postagem em destaque

Câmara do Rio derruba veto do prefeito Eduardo Paes e aprova a Lei de Transparência das OSs

Fabiana Paiva | Extra

As Organizações Sociais (OSs) contratadas pela Prefeitura do Rio agora serão obrigadas a prestar contas de suas contratações na internet. A Câmara do Rio derrubou, na sessão desta quarta-feira (24), o veto do prefeito Eduardo Paes (PMDB) ao projeto de lei que estabelece o dever de transparência por parte das entidades.


Câmara aprova Lei de Transparência das OSs. Prefeito Eduardo Paes havia vetado o projeto
Câmara aprova Lei de Transparência das OSs. Prefeito Eduardo Paes havia vetado o projeto Foto: Antonio Scorza / Agência O Globo (foto de arquivo)

Depois de quatro anos em tramitação, a proposta de Paulo Pinheiro (PSOL) foi aprovada pelos vereadores no fim de 2015, mas Paes barrou o projeto alegando que não seria competência do legislativo fiscalizar, e que o governo já possuía mecanismos suficientes para isso.

O prefeito ficou sem argumento após o escândalo da Biotech, organização social acusada de desviar R$ 48 milhões dos hospitais municipais Ronaldo Gazolla e Pedro II.

Na sessão de ontem, entre 32 presentes, o líder do governo Jairinho (PMDB) foi o único a votar contra a Lei da Transparência das OSs.


0