Prefeito de São Sebastião do Alto é expulso do partido após prisão

Decisão foi divulgada nesta quinta (19) pelo Partido dos Trabalhadores (PT).
Segundo a PF, Mauro Henrique Chagas foi flagrado recebendo propina.


Do G1 Região Serrana

A direção estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) no Rio de Janeiro divulgou nota, nesta quinta-feira (19), comunicando a expulsão, na noite desta quarta, do prefeito de São Sebastião do Alto, Mauro Henrique Chagas, do partido. A decisão foi tomada após Chagas ser preso pela Polícia Federal, nesta quarta-feira (18), por suspeita de receber propina de R$ 100 mil de um empresário. Ainda segundo a declaração oficial do PT, a decisão do diretório será referendada em reunião neste domingo (22).



Chagas era vice-prefeito de Carmond Bastos (PT) e assumiu a Prefeitura em abril de 2013, depois que Bastos foi afastado do cargo por denúncias de irregularidades administrativas e condenação por oito crimes. Agora, segundo a Lei Orgânica, cabe a presidente da Câmara de Vereadores, Rosângela Pereira Borges do Amaral (PMDB), assumir a Prefeitura. O procurador da Câmara de Vereadores, Carlos Eduardo Ferraz, explica que a posse de Rosângela depende da condenação de Mauro Henrique pelo Tribunal de Justiça, o que o impediria de retornar ao cargo. A Câmara de Vereadores irá decidir, nos próximos dias, se vai abrir ou não, um processso de cassação contra o prefeito.

Leia a nota na íntegra PT

"A Direção do PT estadual do Rio decidiu, na noite de hoje, expulsar sumariamente o Prefeito de São Sebastião do Alto, Mauro Henrique Chagas, preso hoje pela polícia federal acusado de cobrar propina de empresários.

Apesar de filiado ao PT, ele era uma figura de pouca expressão e nenhum envolvimento na vida partidária. No domingo, a reunião do Diretório Estadual irá referendar esta medida".

Postar um comentário

Postagens mais visitadas