Prefeito e vice de Arraial do Cabo, RJ, são cassados por abuso de poder

"Andinho praticou irregularidade ao entregar carnês de IPTU", diz TRE-RJ.
Eles podem recorrer de decisão; inelegibilidade por oito anos foi mantida.


Do G1 Região dos Lagos

O prefeito de Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio, Wanderson Cardoso de Brito, o Andinho (PMDB), e o vice, Reginaldo Mendes Leite (PT), foram cassados por abuso de poder político pelo plenário do TRE-RJ na segunda-feira (24), confirmando decisão da juíza da 146ª Zona Eleitoral em julho deste ano. A cassação foi divulgada pela assessoria do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro.




O tribunal entendeu que o prefeito praticou irregularidade ao entregar, em 2012, certidões e carnês de IPTU a moradores de bairros carentes, levando-os a acreditar que estariam regularizando a posse dos imóveis em que viviam.

"Não há dúvida de que a promessa da regularização da posse envolve um dos bens mais importantes para pessoas carentes", disse a desembargadora eleitoral Ana Tereza Basílio. A Corte manteve, também, a inelegibilidade do prefeito por oito anos. Andinho e Reginaldo ainda podem recorrer da decisão.

A reportagem do G1 não conseguiu contato com a assessoria do prefeito até as 8h desta terça-feira (25).

Postar um comentário

Postagens mais visitadas