Postagem em destaque

Ladrões roubam avião de candidata ao governo do Mato Grosso

Janete Riva, do PSD, diz que é dona do avião, mas não declarou ao TSE. Piloto e copiloto foram sequestrados e estão desaparecidos



Anselmo Carvalho Pinto, especial para O Globo

CUIABÁ - Ladrões roubaram na tarde deste sábado o avião usado pela candidata ao governo de Mato Grosso, Janete Riva (PSD). O piloto e o copiloto foram seqüestrados e estão desaparecidos. O crime aconteceu em Pontes e Lacerda, município a 457 quilômetros de Cuiabá, onde a candidata cumpria agenda de campanha em companhia do marido, o deputado estadual José Riva, e do candidato ao Senado Rui Prado, ambos também do PSD.

As polícias Civil e Federal foram acionadas. Acredita-se que a aeronave, um King Air, tenha sido roubada por traficantes, já que Pontes e Lacerda fica na região da fronteira entre Brasil e Bolívia. Ali não são raros roubos de aviões para o uso no tráfico.

Em nota encaminhada à imprensa, a candidata afirmou que é dona do avião, modelo C90GTi, fabricado em 2006. No entanto, sua declaração de bens enviada à Justiça Eleitoral não relaciona este modelo, mas apenas um Piper Aircraft fabricado em 1982.

O roubo aconteceu minutos antes de os três embarcarem para o município de Vila Bela da Santíssima Trindade. Por causa do roubo, os candidatos interromperam a campanha neste fim de semana e retornaram a Cuiabá.

- Já procuramos a segurança pública para iniciar as investigações o quanto antes. Estamos muito preocupados com a segurança de nosso piloto e copiloto – disse José Riva.

Janete Riva iniciou sua campanha há pouco mais de uma semana, ao substituir o marido na chapa. Considerado o maior ficha-suja do Brasil, Riva teve a candidatura barrada pelo Tribunal Superior Eleitoral. Janete aparece em terceiro lugar nas pesquisas, atrás de Pedro Taques (PDT) e Lúdio Cabral (PT).



0