Postagem em destaque

Ex-vereador acusado de falsidade ideológica está preso em Juiz de Fora

Josemar da Silva foi detido numa operação da PF do Rio de Janeiro.
Ele foi vereador entre 1997 e 2000; CPI apurou irregularidades na Amac.


Do G1 Zona da Mata

O ex-vereador de Juiz de Fora, Josemar da Silva, está preso no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp). A informação é da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). Ele foi preso nesta segunda-feira (2) durante uma operação da Polícia Federal na cidade do Rio de Janeiro (RJ). Procurado pelo G1, o delegado regional da Polícia Federal, Cláudio Dornelas, informou, via assessoria de imprensa, que não se pronunciaria sobre a operação e sobre o caso.

Josemar da Silva, que está numa cela especial do Ceresp porque é advogado, é acusado de falsidade ideológica em um processo que corre na 3ª Vara da Justiça Federal, em Juiz de Fora. A ação foi proposta pelo Ministério Público Federal e tramita em segredo de Justiça. Outras três pessoas fazem parte da mesma ação e são parentes e funcionários de Josemar.

Entre 1997 e 2000 Josemar da Silva foi vereador de Juiz de Fora. Em 1997, ele foi investigado por uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara Municipal, que apurou irregularidades na Associação Municipal de Apoio Comunitário (Amac) no período em que foi superintendente. A comissão chegou a confirmar, por exemplo, que a Amac foi responsável por pagar, mensalmente, R$ 11 mil pela conservação do aeroporto da Serrinha. Ele também foi o responsável pela construção de casas populares sem licitação e prestação de contas.

Em novembro de 2011, Josemar da Silva foi preso pela Polícia Federal durante a operação Trucatto, quando foram apreendidos documentos e computadores nos escritórios e numa empresa de call center do ex-vereador.

A investigação apontou para fraudes das empresas em licitações. A maioria pertencia a Josemar da Silva e a outras pessoas ligadas a ele. As fraudes aconteciam em pregões. Em Juiz de Fora, Josemar participou de licitações para o aluguel de caminhões de lixo e, em 2008, conseguiu a renovação do contrato.

0