Postagem em destaque

Na CPI, PT fará devassa em repasse da Petrobras para Porto de Suape

Blog do Camarotti

Na CPI da Petrobras instalada no Senado, o PT já escolheu o seu alvo: fará uma devassa ao repasse feito pela Petrobras ainda em 2008 de R$ 475 milhões para o Porto de Suape. O PT quer identificar como foi gasto esse valor pelo governo do estado de Pernambuco nas obras portuárias. Esse recurso foi repassado com a assinatura do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, que assinou um Termo de Adiantamento de Tarifas Portuárias com o governo de Pernambuco e a Administração de Suape.

A bancada do PT no Senado fará uma força tarefa para tentar avaliar que houve superfaturamento em dinheiro de recursos públicos no Porto de Suape para tentar atingir o ex-governador e hoje presidenciável do PSB, Eduardo Campos.

O recurso repassado em 2008 foi pra custear, entre outras obras do porto, a dragagem da bacia, a construção de um pier petroleiro, a sinalização náutica do canal, além de infraestrutura para o pier e o aprofundamento do canal de acesso ao porto.

A investigação sobre o porto de Suape tinha sido vetada na decisão da ministra Rosa Weber do Supremo Tribunal Federal (STF). Mas na última quarta-feira a CPI aprovou o plano de trabalho do relator da comissão, senador José Pimentel (PT-CE), que incluiu nas investigações o Porto de Suape. Com a estratégia, que contou com o aval do Palácio do Planalto, o partido tenta atingir o candidato da oposição Eduardo Campos.

Nas imediações do Porto de Suape é que esta sendo erguida a refinaria de Abreu e Lima, que teve até recentemente com o presidente do Conselho Paulo Roberto Costa. Ele foi preso em março na Operação Lava Jato, da Polícia Federal.



0