Postagem em destaque

Campanha de apoio a José Dirceu (PT) supera meta com mais de R$ 1 milhão

O valor é resultado de doações de 3.972 pessoas


Correio do Brasil
Por Redação, com 247 - de Brasília e São Paulo

O site Eu Apoio Zé Dirceu atingiu a marca de R$ 1.083.694,38, neste sábado. O valor é resultado de doações de 3.972 pessoas e ultrapassa o que ex-ministro José Dirceu precisava para pagar a multa de R$ 971.128,92, imposta pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A campanha, lançada há 10 dias, supera assim o valor da multa e segue o exemplo de outros dois petistas condenados na Ação Penal 470, do STF, que se transformou no chamado processo chamado de ‘mensalão’ pela mídia conservadora, ou de ‘mentirão’, segundo alcunha talhada pela colunista Hildegard Angel. José Genoino e Delúbio Soares também superaram os valores de suas punições. A pena pecuniária de Dirceu, no entanto, é de quase o dobro da imposta aos dois correligionários.

Além dos recursos, não faltam apoios ilustres e abertos ao ex-ministro. O advogado José Roberto Batochio, ex-presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), contou a jornalistas ter doado R$ 1 mil.

– A solidariedade aos perseguidos é um valor a ser defendido na sociedade brasileira, que vive dias tão difíceis, quando muitos cultivam o ódio, sentimento típico de regimes fascistas – disse Batochio.

Outro doador renomado foi o jornalista e escritor Fernando Morais, que foi taxativo ao justificar sua doação ao ex-ministro:

– O dinheiro é meu. E com o meu dinheiro eu faço o que eu quiser.

Também jornalista, Paulo Moreira Leite, da revista IstoÉ – autor do livro A outra história do ‘mensalão’, acredita que as doações são um instrumento para tornar inútil o esforço de realizar a “execução social” dos condenados na Ação Penal 470. “O que se quer é a execução social dos prisioneiros, que devem ser reduzidos a condição de seres manipuláveis e disponíveis, sem consciência nem vontade própria. As doações mostram que esse esforço é inútil”, escreveu, recentemente.

O ator José de Abreu também declarou a jornalistas ter doado R$ 1 mil ao amigo Dirceu, que conheceu enquanto cursava a Faculdade de Direito. A intenção: “dividir a pena com ele”. Crítico ferrenho da forma como foi julgada a Ação Penal 470, Zé de Abreu disse considerar “legítima” a iniciativa da militância, amigos e familiares em fazer a campanha de arrecadação.

Apoiadores de José Dirceu publicaram mensagem de agradecimento, em seu blog:

MUITO OBRIGADO, BRASIL!

Caros amigos e amigas,

Chegamos hoje ao final da campanha “Eu Apoio Zé Dirceu”. Graças à colaboração de milhares de brasileiros, atingimos o valor da injusta multa imposta pelo Supremo Tribunal Federal ao ex-ministro José Dirceu. Temos certeza que muitos outros também gostariam de colaborar, mas já alcançamos nosso objetivo.

Em nome da transparência e em resposta a todos os ataques daqueles que não compreendem o real significado da palavra ‘solidariedade’, eis os números finais:

A campanha arrecadou R$ 1.083.694,38, valor suficiente para quitar a multa de R$ 971.128,92 e também os impostos que devem ser recolhidos sobre o total das doações. Agradecemos especialmente aos 3.972 doares espalhados pelos 27 estados brasileiros – uma clara demonstração do alcance nacional do apoio a José Dirceu.

Temos uma dívida imensurável com todos vocês que nos apoiaram – contribuindo, divulgando a campanha ou ainda na linha de frente contra as mentiras e perseguições de que esta campanha foi alvo.

O resultado representa muito mais do que uma cifra. Em pouco mais de uma semana, cidadãos de todo o país demonstraram sua indignação contra o julgamento político ao qual José Dirceu foi submetido.

O sucesso da campanha só demostra que Dirceu não está e nunca esteve só. Confirma também que há uma parcela significativa da sociedade consciente das graves violações feitas durante o julgamento da AP 470. O protestos coletivo se fez ouvir.

Recebemos centenas de depoimentos dos colaboradores em nosso site. É impossível expressar em palavras o que essas mensagens significaram para nós. Elas nos deram ainda mais motivação, mais esperança, mais orgulho de estarmos do lado de quem estamos.

Queremos também estender os nossos agradecimentos a todos os que colaboraram com as campanhas de José Genoino e Delúbio Soares – e a todos os que estavam dispostos a colaborar com João Paulo Cunha.

Juntos, vencemos esta batalha. Ainda há outras por vir, certamente. E, juntos mais uma vez, estamos pontos para enfrentá-las.

Mais uma vez, obrigado a todos. Obrigado Brasil!



1