'Mensalão terá impacto zero', diz Michel Temer sobre eleições

Vice-presidente cumpre agenda em Porto Alegre nesta quinta-feira

Cleidi Pereira | Zero Hora




Em sua passagem por Porto Alegre, o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), disse que desfecho do mensalão terá "impacto zero" sobre a eleição do ano que vem. Na avaliação do peemedebista — que evitou comentar a atuação do Supremo Tribunal Federal (STF) no caso — o governo terá capital político para enfrentar as acusações.

— Dizer que uma sentença judicial, que condenou alguns membros do partido, vai levar a mudar o quadro das eleições? Eu não acredito nisso. Quem é que não conhece a exação, a lisura da presidente Dilma?

Temer afirmou ainda que a popularidade da presidente Dilma Rousseff (PT) deverá crescer ainda mais nas pesquisas. O presidente licenciado do PMDB veio ao Estado pleitear o apoio do gaúchos à reeleição da petista, mas garantiu que irá compreender se o diretório adotar posição contrária. Ele esteve reunido com prefeitos, vice-prefeitos e deputados da legenda, que reclamaram do tratamento dispensado pelo PT.

Já o vice-presidente disse avaliar positivamente a participação do PMDB no governo federal. Segundo ele, o partido tem sido "fiador da governabilidade". No entanto, admitiu que a sigla gostaria de ocupar mais espaços. Temer também garantiu que o PMDB irá "preparar" candidatura própria ao Planalto em 2018.

Comentários

Luiz Maia disse…
O gigante acordou mesmo? Ou foi só firula e baderna? O povo já sabe o que quer? Ou continua sendo maria-vai-com-as-outras elegendo vagabundos por falar bonito, por ser bonitinho, por ter barba, ou perdido o dedo no trabalho? PT e PMDB apostam que a roubalheira continua e que não influencia os votos dos cidadãos eleitores. E você? Vota em quem? Algo vai mudar nas eleições do ano que vem?

Postagens mais visitadas