Postagem em destaque

Fim do 14º e 15º dos parlamentares é promulgado no Congresso

AGÊNCIA BRASIL

O fim dos pagamentos de ajuda de custo aos parlamentares no início e no fim de cada ano, conhecidos como 14º e 15º salários, foi promulgado nesta sexta-feira (1º) pelos presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara, Henrique Eduardo Alves.

Segundo Calheiros, o ato representa mais um passo na busca de "austeridade e transparência" do Congresso Nacional.

O presidente do Senado afirmou que em 30 dias serão anunciadas novas ações para reduzir os custos do Congresso.

"Vamos fazer um planejamento estratégico onde vão continuar os cortes de gastos, de desperdícios, de sobreposição de órgãos", disse Renan.

O fim dos 14º e 15º salários pagos anualmente aos deputados e senadores foi proposto pela senadora e hoje ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT-PR).

Aprovada no Senado, a matéria aguardava a votação dos deputados para ser implementada.

"Cumprimos a tarefa de colocar em votação e a proposta foi aprovada por unanimidade na Câmara", disse o presidente Henrique Eduardo Alves. 



Editoria de Arte/Folhapress

0