Postagem em destaque

Mesa da Câmara pede ao Conselho de Ética abertura de processo de cassação do deputado Leréia

TNH 1

O pedido de abertura de processo disciplinar contra o deputado Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO) será encaminhado ao Conselho de Ética pela Mesa Diretora da Câmara. A decisão foi aprovada hoje (19), por unanimidade, pelos integrantes da Mesa Diretora, que acolheram na íntegra o parecer apresentado pela Comissão de Sindicância da Corregedoria da Câmara.

De acordo com o vice-presidente da Câmara, deputado Eduardo da Fonte (PP-PE), que é também o corregedor, a Mesa Diretora também acatou os pareceres da sindicância favoráveis ao arquivamento das representações contra os deputados Rubens Otoni (PT-GO), Sandes Júnior (PP-GO) e Stepan Nercessian (PPS-RJ).

O relator da representação contra Leréia, deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), propôs a abertura de processo disciplinar contra o parlamentar goiano por entender que ele quebrou o decoro parlamentar nas suas relações com o contraventor Carlos Augusto Ramos, Carlinhos Cachoeira. “A relação comercial com ganhos não é compatível com o mandato parlamentar”, disse.

De acordo com Goergen, Carlos Alberto Leréia falou com Carlinhos Cachoeira sobre uma investigação policial em curso, além de ser sócio do contraventor em uma aeronave e usar cartão de crédito e telefones em nome de Cachoeira. Em seu parecer, o relator recomenda ao Conselho de Ética a cassação do mandato de Leréia.

Como está encerrando o período legislativo, a abertura do processo de cassação do deputado Carlos Alberto Leréia no Conselho de Ética só deverá ocorrer a partir de fevereiro do próximo ano.

Fonte: ABr
0