Governo vai pagar diária de R$ 300 para hospital tratar viciado

DA AGÊNCIA BRASIL

O Ministério da Saúde publicou ontem (1º) uma portaria com as regras para o repasse de verba extra para a criação de 3.508 leitos em enfermarias especializadas no atendimento de dependentes químicos, como viciados em crack, álcool e outras drogas.

De acordo com as regras publicadas no "Diário Oficial da União", o incentivo financeiro aos hospitais do SUS (Sistema Único de Saúde) varia de R$ 18 mil a R$ 99 mil, dependendo do número de leitos especializados.

O hospital com até cinco leitos vai receber, por exemplo, R$ 18 mil. As unidades com até 30 leitos, a quantia sobe para R$ 99 mil. Os recursos são para adequar a estrutura física, comprar equipamentos e capacitar pessoal.

Nos sete primeiros dias de internação, os hospitais vão receber diária de R$ 300. De oito a 15 dias, o repasse passa para R$ 100. A partir do 16º dia de internação, a diária cai para R$ 57, valor que é pago atualmente pelo ministério independentemente do tempo de internação do paciente.

Inicialmente, a intenção do governo era pagar diária de R$ 200.

As enfermarias especializadas são indicadas para o tratamento dos casos mais graves de pacientes com transtorno mental ou de dependentes crônicos de drogas.

No total, o ministério prevê gastos de R$ 670 milhões com os novos leitos. A iniciativa integra o plano de combate ao crack, lançado pela presidente Dilma Rousseff em dezembro. Atualmente, a rede pública tem 1.600 vagas em enfermarias especializadas.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas