STJ recebe denúncia de desvio de recursos públicos contra ex-governador de Roraima

Leonardo dos Anjos
Do UOL Notícias, Em São Paulo 

A corte especial do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) recebeu denúncia contra Neudo Campos, ex-governador de Roraima, por desvio de recursos públicos e formação de quadrilha. Além de Campos, a acusação também cita Henrique Manoel Fernandes Machado, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE).  
Os desvios teriam ocorrido entre 1998 e 2002, na capital Boa Vista. Somente no último ano da operação, os réus são acusados por causar um prejuízo de R$ 70 milhões aos cofres públicos.

O governador é acusado de ter feito parte do esquema apelidado de "Escândalo dos Gafanhotos", que envolvia a inclusão de 6.000 funcionários fantasmas na folha de pagamento do Departamento de Estradas e Rondagem (DER-RR) e da Secretária de Administração de Roraima, cujos salários eram desviados para a conta de terceiros.

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), Campos e Machado seriam os mentores do esquema. O ex-governador teria providenciado autorização legal, a criação da Tabela Especial de Assessoria e a inclusão dos nomes como servidores durante seu mandato.

Em abril desse ano, Neudo Campos foi condenado a 16 anos de prisão pelos desvios de recursos e formação de quadrilha. A sentença foi proferida pelo juiz Helder Girão Barreto da 1ª Vara Federal em Boa Vista, que disse no despacho que Campos "no exercício do cargo de governador, e abusando dos poderes que detinha, instituiu quadrilha com o fim de cometer crimes contra a administração pública".  A denúncia recebida no STJ é continuação deste processo.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas