Postagem em destaque

Falta de estrutura e aulas em esquema de rodízio no Henrique Lage



Danielle Rabello

O vice-presidente da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), Elder Lugon, se reúne na manhã de hoje com a direção e alunos da Escola Técnica Henrique Lage, no Barreto, para discutir a falta de mobiliário na unidade.

De acordo com integrantes do Grêmio Estudantil, os alunos do Ensino Médio decidiram fazer uma meia paralisação para protestar contra o problema.

"As aulas só começaram hoje (ontem) porque a direção ainda estava fazendo o quadro de horário. Não há salas de aula equipadas para todos os alunos. Não há quadro-negro em nenhum das salas das turmas do Ensino Médio. Também não há ventilador ou ar-condicionado", reclamou um dos coordenadores do Grêmio Ronald Luiz dos Santos, de 19 anos.

Outro aluno revelou que a escola está funcionando em um esquema de rodízio, já que não haveria salas equipadas para todas as turmas.

"Na segunda-feira o presidente da Faetec (Celso Pansera) esteve aqui abrindo o início ao ano letivo e dando satisfação aos alunos e pais sobre as condições da escola. Ele pediu paciência até que tudo seja resolvido. Mas não podemos concordar com o rodízio. Hoje (ontem) as turmas de primeiro ano tiveram aula, amanhã (hoje) é a vez do terceiro ano, e na quinta-feira quem estuda é o segundo ano. Isso não existe", criticou Danilo Vianna Lopes, de 17, também coordenador do Grêmio.

A coordenação do Grêmio revelou que pretende chegar a um acordo com a direção da Faetec na reunião de hoje. A intenção é definir um cronograma de acordo com o aparelhamento das salas.

"Já começamos as aulas com um mês de atraso. Temo que esse rodízio nos prejudique ainda mais. Para uma escola que quer formar técnicos para grandes indústrias e empreendimentos como o Comperj (Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro) fica difícil desse jeito", reclamou Danilo.

A assessoria de imprensa da Faetec atribuiu ao calor a revolta dos alunos. O órgão informou que foram tomadas as providências para que o ano letivo iniciasse sem problemas, mas que a compra de materiais e a entrega dos mesmos foge ao controlo da unidade.

A Faetec explicou ainda, que 65 aparelhos de ar-condicionado serão instalados a partir de hoje. Já os quadros serão colocados amanhã e sexta-feira. Quanto ao suposto rodízio, seria uma forma de prestigiar os alunos do primeiro ano.

0