Postagem em destaque

César Maia e Roberto Requião driblam STF e mantêm parentes no governo

Eles são agora secretários; sobre irmão, governador diz querer manter desempenho de portos

No Rio, a irmã de Cesar Maia passou de subsecretária para secretária especial de Eventos; prefeito afirma que "pré-cumpriu" a súmula



DIMITRI DO VALLE
DA AGÊNCIA FOLHA, EM CURITIBA

ITALO NOGUEIRA
DA SUCURSAL DO RIO

O governador do Paraná, Roberto Requião (PMDB), e o prefeito do Rio, Cesar Maia (DEM), mudaram o status de parentes para driblar a súmula do STF (Supremo Tribunal Federal) que impede a contratação de parentes até terceiro grau nos três Poderes.

Requião mudou a função de sua mulher, Maristela, e do irmão Eduardo, que têm cargos no governo, e transformou-os em secretários especiais. Já Maia trocou a estrutura de seu secretariado para manter a irmã Ana Maria Maia como funcionária da prefeitura. A decisão do STF não impede que parentes sejam secretários.

Maristela, cujo nome da nova pasta não foi definido, foi nomeada por decreto na quarta-feira passada para permanecer no comando do museu Oscar Niemeyer, em Curitiba. Eduardo foi nomeado ontem para a função de secretário especial para Assuntos Portuários, para assim permanecer à frente do porto de Paranaguá.

Em nota, ao falar apenas do caso do irmão, Requião disse que "a medida visa garantir a continuidade do excelente desempenho que os portos de Paranaguá e Antonina vêm mantendo desde 2003".

No cargo de secretário, Eduardo passará a prestar assessoria ao irmão para "o fomento" dos portos do Paraná.

Requião não falou ontem em público sobre as decisões.

Sempre que falou sobre o tema, o governador declarou ser "um nepotista esclarecido" para defender a nomeação de familiares. À Folha, em janeiro, Requião declarou que "você não pode cercear uma pessoa pelo fato de ser seu parente". "O nepotismo é uma coisa mais ampla: é nomear [pessoa] inadequada por um protecionismo de qualquer sentido em um lugar importante onde ela prejudica a administração."

A assessoria da Secretaria da Casa Civil, que está se manifestando sobre o caso, diz que a situação dos outros parentes de Requião no governo está sendo estudada juridicamente.

Rio

A irmã de Cesar Maia, Ana Maria, passou de subsecretária para secretária especial de Eventos, segundo ato publicado anteontem no "Diário Oficial" do Município.

Ele mantém mais quatro parentes em cargos comissionados: Carmem Adela Ibarra Pizzarro (cunhada), Carlos André Xavier Bonel Jr. (sobrinho), Anita Carolina Levy Ibarra (sobrinha da mulher do prefeito, Mariângeles) e Sebastian Ibarra (sobrinho de Mariângeles).

O prefeito afirmou por e-mail que se antecipou ao STF ao promover a irmã.
0