Projeto da Câmara aumenta número de vereadores em cidades do país


Da Redação

Um projeto da Câmara aumentou em mais de sete mil o número de vereadores nas cidades brasileiras. A emenda ainda depende de nova votação dos deputados e de aprovação no Senado. E a conta, mais uma vez, vai ficar para o contribuinte.

Aparecida de Goiânia tem quase 500 mil habitantes. Poucas ruas são asfaltadas. Com as chuvas deste ano, 4 pontes caíram. O dinheiro que poderia ser usado para melhorar a vida dos moradores, vai servir para pagar mais sete parlamentares. É que a Câmara Federal aprovou em primeira votação uma emenda, que prevê mais de 7 mil e quinhentos novos vereadores em todo o país.

Só em Goiás, seriam mais de 200. Em Aparecida, cada vereador recebe R$ 5.400,00 por mês. As sessões acontecem apenas 3 vezes por semana. Nos últimos sete dias do mês eles não trabalham. Hoje, por exemplo, antes do meio-dia, encontramos apenas três vereadores nos gabinetes.

Nas última eleições municipais, em 2004, por determinação do TSE, o número de vereadores de Aparecida foi reduzido de 21 para 17. Se a lei for aprovada a cidade terá agora vinte e cinco vereadores.

Como os municípios não tem dinheiro suficiente para pagar tantos parlamentares, sobra para o contribuinte. Entre as cidades com o maior custo, está Palmas no Tocantins, onde cada vereador custa oitenta e três reais por habitante. Em Florianópolis, oitenta e um reais. E Vitória no Espírito Santo, sessenta. Em São Paulo, um vereador ganha nove mil e duzentos reais. Mais verba de gabinete de 13 mil e 71 mil reais para gastar com assessoria. Quer dizer, são quase cem mil reais por mês.

1 comentário

Postagens mais visitadas