Órgão aponta improbidade de assessor da Abin


DA SUCURSAL DE BRASÍLIA

Relatório da Secretaria de Controle Interno da Presidência aponta para indícios de prática de improbidade administrativa por parte do delegado da PF Renato Porciúncula, hoje assessor especial da Abin. Reportagem do jornal "Correio Braziliense" mostrou que o delegado usava e guardava em sua casa um veículo BMW-X5.

O relatório, enviado ao Tribunal de Contas da União, aponta que o carro, originalmente de um traficante preso em 2006 e colocado à disposição da PF para uso em combate ao crime, era usado para fins pessoais. O TCU deve deliberar sobre o parecer e encaminhar posição à Abin.

1 comentário

Postagens mais visitadas