TRE-RJ cassa mandato da deputada federal Solange Almeida (PMDB) e do deputado estadual Alcebíades Sabino (PSC)


Por três a dois, o TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral) do Rio cassou hoje os mandatos da deputada federal Solange Almeida (PMDB-RJ) e do deputado estadual eleito Alcebíades Sabino dos Santos (PSC) -- que hoje comanda a Secretaria Estadual de Trabalho e Renda do Rio. Os dois ainda podem recorrer da decisão ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

No processo, os dois são acusados participar de um suposto esquema de compra de votos nas eleições de 2006. Entre os motivos que motivaram a denúncia está a apreensão -- feita no dia da eleição -- de uma lista com nome de eleitores, santinhos dos candidatos e R$ 3.000 no município fluminense de Silva Jardim.

No plenário do TRE-RJ, o vice-presidente da Corte, desembargador Alberto Motta Moraes, e os juízes Marcio André Mendes Costa e Célio Salim Thomaz Junior entenderam que houve compra de votos nas eleições de 2006. Já a desembargadora federal Maria Helena Cisne e a juíza Jacqueline Montenegro defenderam a tese de que se tratava de uma "programação de boca de urna" e não de captação ilícita de sufrágio.

Outro lado

Por telefone, a deputada Solange Almeida disse à Folha Online que está tranqüila pois não e existem provas de irregularidades. "Acredito na Justiça dos homens."

Segundo ela, seus advogadores irão recorrer da decisão ao TSE. Procurado pela reportagem, Sabino dos Santos não foi encontrado para comentar a decisão.

0