Postagem em destaque

Impostos em presentes de Natal chegam a 80% do preço, diz IBPT


A quantidade de impostos embutida nos presentes de Natal mais comuns continuam em níveis bastante salgados para o consumidor, revelou nesta terça-feira o IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário).

Em relação ao ano passado, poucos destes produtos tiveram alterações significativas na carga tributária. Um que teve alta foi o perfume, que subiu mais de 10 pontos percentuais e hoje tem carga fiscal de 79,63%.

Por outro lado, a dos computadores pessoais caíram e agora estão com 38% de carga tributária -- resultado direto da desoneração fiscal promovida pelo governo federal ao setor desde o ano passado.

Entre os presentes mais comuns pesquisados pelo IBPT, o perfume é o de mais alta carga, seguidos por jogos eletrônicos (73,38%), motos (65,85%), patins (53,98%) e vinhos (53,7%).

Por outro lado, a carga fiscal é menor em presentes como flores (18,91%), livros (16,72%), roupas (27,25%) e brinquedos (35,5%).

1