Procurador-geral entrega ao STF novas provas do mensalão


SILVANA DE FREITAS
DA SUCURSAL DE BRASÍLIA

O procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, entregou ao STF (Supremo Tribunal Federal) novas provas no processo do mensalão, entre as quais laudos periciais e documentos de Marcos Valério Fernandes que foram apreendidos pela Polícia Federal no início das investigações.

O STF também recebeu nos últimos dias recursos de sete dos 40 réus na ação penal do mensalão, nos quais eles contestam e pedem alteração de pontos da decisão em que o tribunal aceitou a denúncia.

O advogado de Marcos Valério, Marcelo Leonardo, pediu ao relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, que suspenda os interrogatórios dos réus enquanto os recursos não forem julgados.

Ele argumenta que alguns recursos questionam a validade de provas que poderão ser citadas nos interrogatórios. Segundo Leonardo, se as provas forem consideradas ilícitas, o direito de defesa será prejudicado.

Até ontem, os seguintes réus tinham entrado com recursos, chamados embargos declaratórios: o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, o deputado João Paulo Cunha, além de Roberto Jefferson, Rogério Tolentino, Kátia Rabello e Valdemar Costa Neto.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas